Cálculos Renais

As pedras ou cálculos renais são formações à base de fosfato e oxalato de cálcio. bem como de cristais de ácido úrico, que são de tamanho variável.
Localizam-se nos condutos internos dos rins como pequenas pedras, podendo ficar ali por muito tempo. Quando essas pedras se desprendem e obstruem a passagem da urina pela uretra, causam dor intensa.

Tipos de cálculos: os cálculos renais podem conter variáveis combinações de elementos químicos. O tipo mais comum de cálculo renal contém cálcio em combinação com oxalato ou fosfato (que estão presentes em uma dieta normal e fazem parte dos ossos e músculos). Esses cálculos representam 75% de todos os cálculos renais.
Um tipo menos comum de cálculo é causado pela infecção urinária. Esse tipo de cálculo é chamado estruvita ou cálculo infeccioso. Eles podem ser de grande tamanho e obstruir a via urinária, podendo levar a grandes danos renais.
Ainda menos comuns são os cálculos de ácido úrico, que estão associados com a gota ou quimioterapia, compreendendo cerce de 10% dos cálculos renais, e outros mais raros.

Sintomas: embora os cálculos permaneçam nos rins, não causam dor, a menos que atinjam tamanho considerável. O problema é mais severo quando esses cálculos descem através da uretra - desde os rins até a bexiga, ferindo-a, retendo a passagem da urina e provocando forte cólica, a qual começa a se manisfestar na cintura e logo se irradia até o abdômen e aos órgãos genitais. Também se apresenta como dor ao urinar e, em algumas ocasiões, com sangue na urina.

Causas: pesquisas apontam que beber pouco líquido é uma das principais causas da ocorrência de cálculo renal. Mas várias outras razões podem levar à formação de pedra no rim, como infecções, doenças, herança genética ou um defeito no sistema urinário. Vale ressaltar que a urina contém, naturalmente, elementos que podem se juntar e formar uma pedra, como o cálcio e o ácido úrico, que são substâncias produzidas diariamente pelo organismo e eliminadas naturalmente pela urina.

Ponto de vista natural : Beber muita água.
A razão disto é para não permitir que exita uma concentração de sais, ou seja, de exalto de cálcio ou cristais de ácido úrico. Se esses sais forem dissolvidos continuamente, devido à grande quantidade de água que passa pelos rins, dificilmente acontecerá a formação de cálculos de nenhum tipo.
Ingerir o Suco de Aloe Vera Nectar - com Cranberry diluído em água. O Cranberry acidifica a urina e detém a formação de bactérias no trato urinário, assim como também ajuda a dissolver as pedras de oxalato de cálcio, as quais estão presentes em 80% dos casos. Além disso, previne desta maneira as complicações que se apresentam quando existem cálculos, já que normalmente ao sairem, estas pedrinhas pontudas ferem a uretra e os condutos renais, tornando-os suscetíveis à infecção.
A Aloe Vera tem propriedades antiinflamatórias e cicatrizantes assim como bactericida e antisséptica, previnindo dessa forma o início de qualquer infecção.
Ingerir vitamina C também ajudará a tornar ácida a urina, fortalece o sistema imunológico e previne formação de bactérias.
A vitamina B6 ajuda a controlar a produção de oxalato de cálcio, além de ter uma ação desintoxicante. Esta vitamina se encontra no gérmen de trigo e nos cereais integrais.
O Dr. A.C. Bluck relata que os esquimós que consomem muitos óleos poliinsaturados, como o óleo de peixe Ômega-3, não apresentam a formação de pedras nos rins.

Recomenda-se para mitigar a dor e ajudar na expulsão dos pequenos cálculos renais, banhos até a cintura com água fria alternado com água quente - 10 minutos, no momento em que começam os sintomas - cólicas, para desinflamar o abdômen e relaxar os condutos uretrais.
Quando existem pedras nos rins e se apresentam cólicas periódicas, isto quer dizer que pouco a pouco vão se desprendendo pedaços de pedra armazenada nos rins. ( Na maioria dos casos são expelidas através da urina).

Recomenda-se para desfazer as pedras, além do Aloe Vera Nectar, ingerir uma infusão de chá de Quebra-Pedra, elaborado da seguinte maneira:
-
Se as dores forem muito intensas tome também um analgésico, como o chá de Casca de Salgueiro, Aspirina ou Buscopan.
No caso de Infecção da Vias Urinárias recomenda continuar com o Aloe Vera Nectar e acrescentar o uso de Própolis de abelha, Óleo de Alho e Vitamina C.

Casos graves: Consulte o urologista que tem hoje equipamentos modernos sem cirurgia invasiva - isto é, Litotripsia instrumental ou Ultrassônica

Produtos Relacionados:

Puro Gel Aloe 210Ml Livealoe

Puro Gel de Aloe 210Ml, Livealoe

Curso Receitas Emagrecedoras

Curso – Receitas Emagrecedoras

Curso - Fitoterapia e Plantas Medicinais

Curso – Fitoterapia e Plantas Medicinais

Compartilhe esse Artigo

Você pode gostar...

Deixe um comentário