Maxway – Artigos sobre vida saudável e saúde natural

babosa-aloe-vera

Babosa (Aloe Vera)

A Babosa (Aloe Vera), é uma espécie de planta suculenta do gênero Aloe. Cresce selvagem em climas tropicais ao redor do mundo e é cultivada para usos agrícolas e medicinais. Também é usada para fins decorativos e cresce com sucesso dentro de casa como uma planta em vaso.

O seu nome científico é Aloe vera e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas feiras livres e mercados. Além disso, esta planta pode ainda ser facilmente cultivada em casa, pois não precisa de cuidados especiais.

É usada em muitos produtos de consumo, incluindo bebidas, loções para a pele, cosméticos ou pomadas para pequenas queimaduras e queimaduras solares. Existem diversas evidências científicas da eficácia ou segurança dos extratos de Aloe vera, quer para fins cosméticos ou medicinais, mas tais evidências positivas são às vezes contraditórias com outros estudos.

Benefícios: Além de ser uma ótima aliada para a saúde do cabelo e da pele, a babosa também pode ser usada para tratar problemas como dor muscular, queimaduras, feridas, gripe, insônia, pé de atleta, inflamações, prisão de ventre e problemas digestivos.

Importante: verifique se a babosa é do tipo Barbadensis miller, pois esta é a mais indicada para o uso humano, sendo que as outras podem ser tóxicas e não devem ser consumidas. A ingestão oral de Aloe vera, no entanto, pode causar cólicas abdominais e diarreia, que por sua vez podem diminuir a absorção de remédios.

Sinônimos: Aloe Vera, Erva babosa, Caraguatá, Babosa de botica ou Babosa de jardim.

Resumo Descritivo - Planta de região de clima quente. Folhas quase triangulares, grossas, suculentas - seiva amarelada, mucilaginosa e gomosa, de odor marcante; orladas de espinhos moles em serrilha. Do centro das folhas nasce uma haste em cuja extremidade nascem flores amarelas, semelhantes às angélicas. Frutos ovóides, capsulares, cheios de pequenas sementes.

Cultivo: Aloe vera é amplamente cultivada como ornamental, sendo popular entre os jardineiros modernos como uma planta medicinal e por suas flores, forma e suculência interessantes. Esta suculência permite que as espécies que a possuam sobrevivam bem em áreas com pouca chuva, tornando-se ideais para jardins com baixa utilização de água. A espécie é de zona de rusticidade, e é intolerante à geada e neve pesadas. Ela é relativamente resistente à maioria das pragas de insetos, embora ácaros, insetos e pulgões possam causar um declínio na saúde das plantas. Esta planta ganhou da Royal Horticultural Society o "Prêmio de mérito do jardim".

Parte usada – Folhas, polpa e seiva.

Classificação Científica:

Reino:Plantae
Filo:Tracheophyta
Classe:Liliopsida
Ordem:Asparagales
Família:Xanthorrhoeaceae
Subfamília:Asphodeloideae
Gênero:Aloe

Compartilhe esse Artigo

Deixar um Comentário

(0 Comentários)